Blog

7 Dicas para sua viagem à China

Bernard Goldbach / Flickr

 

A idéia de explorar a China pode assustar até os viajantes mais experientes. E entende-se porquê. É um país enorme, uma cultura muito diferente da nossa cheio de línguas e dialetos diferentes que confundem até os locais.
Mas a China é um destino importante, seja para quem viaja à negócios ou turismo de lazer, sozinho ou com a família. Então o site da CNN selecionou várias dicas para sua viagem e separamos algumas para você:

1. Precisa de ajuda? Encontre um estudante do ensino médio

Xuan Zheng

Jovens chineses geralmente entendem Inglês

A variedade de dialetos mandarim e variações em toda a China pode tornar a comunicação difícil, mesmo para falantes nativos de mandarim.

Mas a ajuda está sempre à mão: os menores de 25 anos de idade são mais susceptíveis de falar tanto padrão Mandarim e Inglês.
Os alunos que estudaram Inglês em livros por anos, mas tiveram pouco contato com falantes nativos de inglês, podem mais facilmente entender perguntas escritas.

2. Peça arroz do jeito certo

Arroz nem sempre é servido nas refeições em restaurantes chineses, sendovisto como uma maneira barata de saciar a fome.
Qualquer pessoa que queira o arroz com a sua refeição deve deixar claro para o garçom dizendo: mifan (arroz) mashang (imediatamente).

3. Prepare-se para o café da manhã

Fora das grandes cidades e de hotéis de redes internacionais, os cafés da manhã chineses são feitos para o gosto do público local.
Esse não é um problema para aqueles que não se incomodam em começar o dia comendo minguau e picles. Mas pode ser um grande problema para crianças e para os mais exigentes. Então dependendo de onde você for se hospedar, leve uma caixa de seu cereal matinal favorito e comece bem o dia.

4. Caminhe pelos Hutongs

Marc van der Chijs / Flickr

Hutongs na China

Acostumados à idéia de propriedade privada, os viajantes internacionais muitas vezes evitam sair dos caminhos principais e entrar nas estreitas vias e becos que muitas vezes nem passam carros.
Os hutongs são ladeados por amontoados de casas, nas quais dezenas de famílias dividem espaços exíguos. Construídos durante as três últimas dinastias do Império Chinês, entre 1271 e 1911, os hutongs moldaram hábitos, cultura e formas de relacionamento dos chineses.

Todas estas áreas ao ar livre são espaços e vias públicos, que guardam algumas das cenas mais cativantes nas grandes cidades da China. (Leia esta reportagem da Folha de São Paulo sobre os Hutongs)

5. Não se assuste com as vozes altas

Os chineses gostam de conversar muito alto e com paixão, às vezes, e pode ser fácil confundir isso para uma discussão.

06. Lembre-se do Papel Higiênico

Banheiros públicos raramente têm papel higiênico. Evite surpressas e procure sempre ter um pouco com você.

07. Não se preocupe, é seguro.Grace / Flickr

Ainda segundo o site da CNN, a China está longe de ser tão assustadora quanto os livros de guias de viagem dizem.
Sim, existem muitos problemas como o trânsito caótico e a poluição, mas mesmo assim a China é um país seguro para as mulheres viajantes, viajantes solitários e famílias.

Veja outras dicas no site da CNN (em Inglês).